A Assembleia Legislativa do Rio (Alerj) terá uma Comissão Especial para acompanhar o cumprimento do Supera RJ, programa de auxílio emergencial do Governo do Estado para famílias em extrema pobreza e de concessão de linha de crédito para microempreendedores. O requerimento de criação do grupo foi protocolado nesta quinta-feira (24), pelo deputado Bruno Dauaire (PSC).

Ex-secretário de Desenvolvimento Social e Direitos Humanos que participou da criação e entregas do benefício, o deputado conseguiu 36 assinaturas para garantir a aprovação automática da comissão que vai acompanhar a aplicação da Lei 9.191/2021.

“Esse programa é fundamental para combater a pobreza. O objetivo da comissão é continuar ajudando o governo na entrega do benefício e na correta aplicação dos recursos públicos. Vamos fazer uma busca mais efetiva para garantir que esse auxílio emergencial chegue a quem realmente precisa, ampliando o número de beneficiários”, afirmou Bruno Dauaire.

O programa, que prevê um auxílio de até R$ 300 para a população em extrema pobreza e uma linha de crédito de até R$ 50 mil para microempreendedores e autônomos, é de autoria do presidente da Casa, deputado André Ceciliano (PT), com mais 53 coautores, e foi aprovado pela Assembleia Legislativa do Estado do Rio de Janeiro (Alerj) em março.

De acordo com Bruno, mais de 200 mil famílias foram cadastradas durante sua gestão à frente da secretaria. No início do mês de junho, cerca de 40 mil famílias começaram a receber o cartão de R$ 200, com acréscimo de R$ 50 para cada filho, limitado a dois menores.

A expectativa é que o auxílio beneficie mais de 355 mil famílias – cerca de 1,4 milhão de pessoas que vivem na pobreza e extrema pobreza e que perderam os empregos durante a pandemia da Covid-19.

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here