Rio de Janeiro 04 05 2018 Capitão da policial militar e enterrado no Rio Enterro do capitão policial militar Estefan Cruz Contreiras, lotado no 18º batalhão de Jacarepaguá, no Cemitério Jardim da Saudade, em Sulacap Fernando Frazão AG. Brasil

O Rio de Janeiro é o estado com o maior número de policiais mortos por Covid-19 em todo o Brasil. Segundo levantamento do Monitor da Violência, 65 agentes, entre civis e militares, perderam a vida devido à pandemia.

Foram 15 óbitos de civis e 50 de PMs. O número de PMs mortos também é maior do que o de qualquer outro estado.

Em todo o país, 465 policiais das duas corporações morreram. Atrás do Rio, estão o Amazonas, com 50; e o Pará, com 49.

Mais de 18 mil policiais afastados

No território fluminense, 18.142 policiais foram afastados do trabalho devido à Covid. É o segundo maior em números absolutos, atrás apenas de São Paulo, que teve mais de 29 mil.

Considerando o efetivo das polícias civil e militar, 34% dos agentes foram afastados do trabalho por conta da doença. Ou seja, um a cada três.

Apenas quatro estados tiveram percentuais mais altos: Tocantins, Sergipe, Santa Catarina e Paraíba.

Há um ano, PM alertou colegas

A primeira morte por Covid-19 nas fileiras da PM fluminense foi confirmada em 20 de março do ano passado.

Três dias depois, foi confirmada a morte do sargento Diógenes Moreno. Internado, ele chegou a enviar uma mensagem sobre a doença para um amigo.

Fonte: g1

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here