Na noite de quarta-feira, 05/06, a mãe de uma criança abriu um Registro de Ocorrência na 153ª Delegacia Legal relatando que sua filha teria sido estuprada na Creche Municipal Prefeito Geraldo Pires Guimarães, no bairro São José, em Cantagalo.

Detalhes sobre o caso ainda não foram revelados. O Conselho Tutelar acompanha a situação. Um exame de corpo de delito foi feito para investigar fragmentos do suposto ato. Outras informações apontam que o caso teria ocorrido fora da creche.

Segundo o relato de familiares, a criança de 3 anos teria sido estuprada na unidade escolar. “A direção da creche falou que, infelizmente, eles não podem fazer nada, porquê lá não têm câmera e que não sabiam que isso estava acontecendo na creche.”

Em nota enviada ao Portal Serranewsrj, a Prefeitura de Cantagalo lamentou profundamente o ocorrido com a moradora do São José. Informou ainda que a Secretaria de Educação solicitou a apuração dos fatos e um boletim de ocorrência foi registrado para garantir uma investigação completa e transparente.

“Esclarecemos que a Creche Municipal atende crianças de até 3 (três) anos de idade e que nenhuma criança fica sozinha com uma única professora. Sempre há, no mínimo, três servidoras presentes. Além disso, todas as professoras e supervisoras são mulheres.

Informamos também que às 11:30h a fralda da criança foi trocada sem que nada de anormal fosse detectado, e a criança permaneceu na creche até às 12h. Reafirmamos nosso compromisso com a segurança e bem-estar das crianças sob nossos cuidados.”

Fonte: Noticiário Paduano

Deixe uma resposta