As transações via Pix bateram um novo recorde para um único um dia, com 224,2 milhões de operações registradas na sexta-feira (5). O número foi informado pelo Banco Central nesta segunda-feira (8). O recorde anterior, registrado em 7 de junho, era de 206,8 milhões de transações pelo sistema de pagamentos em tempo real.

“Os números são mais uma demonstração da importância do Pix como infraestrutura digital pública, para a promoção da inclusão financeira, da inovação e da concorrência na prestação de serviços de pagamentos no Brasil”, diz o BC, em nota.

O Pix foi criado em dezembro de 2020 e, desde então, já soma ao menos 160 milhões de usuários. Desse total, 150 milhões são de pessoas físicas e 14 milhões de empresas.

O sistema é o meio de pagamento mais popular no país pelo segundo ano seguido e encerrou 2023 com quase 42 bilhões de transações, um crescimento de 75% em relação ao ano anterior. As transações do Pix superaram as de cartão de crédito, débito, boleto, TED, DOC, cheques e TEC no Brasil, que juntas totalizaram 39,4 bilhões.

Fonte: R7

Deixe uma resposta